Cartas na mesa – terceirização de rh compensa ou não?

A terceirização (ou outsourcing) é um tema que gera bastante polêmica. Afinal, vale ou não vale a pena terceirizar setores da sua empresa para que outros profissionais (autônomos ou pessoas jurídicas) a gerenciem? Do ponto de vista do trabalhador, pode haver alguns reveses. Do ponto de vista do empresário, a resposta para essa pergunta seria: depende! Qual é a empresa que você pretende contratar? Qual a sua reputação no mercado? A contratação será livre de irregularidades? Respondendo a essas e mais perguntas você saberá se a terceirização realmente compensa.

Uma boa equipe encarregada de cuidar do setor de gestão de pessoas da sua empresa pode definir o sucesso ou o fracasso da mesma. As admissões são um processo importantíssimo do negócio e trabalhar com pessoas engajadas, comprometidas e capacitadas é sempre a melhor opção. Os gestores especializados certamente proverão um serviço muito melhor do que aquele que você conseguiria desenvolver dentro de sua própria empresa, e isso custaria a você muito menos. Portanto, de um ponto de vista bastante simples, a resposta é que sim, a terceirização do rh compensa (e muito) e vale a pena investir para que empresas sérias organizem as admissões, demissões e o desenvolvimento da sua equipe para aprimorar suas atividades.

Os alertas do SEBRAE

O Sebrae aponta vantagens e desvantagens quando falamos de terceirização. As vantagens estão relacionadas a dois fatores, os quais já mencionamos acima: um melhor serviço a custos muito menores. Quando uma empresa toma para si a tarefa de cuidar de algum setor dentro da sua empresa, você pode desfrutar de um pouco mais de tempo para focar em suas atividades com a tranquilidade de que tudo o mais está sendo gerido da melhor maneira possível.

As desvantagens, de um modo geral, estão relacionadas à falta de idoneidade e competência da empresa contratada. Isso é uma questão importante, pois pode trazer sérios problemas ao contratante. Portanto, é preciso que você também conheça a empresa que quer contratar. É uma empresa sólida? Está em dia com todos os seus deveres fiscais, jurídicos, contábeis e especialmente no que diz respeito a seus colaboradores? Para contratar um profissional autônomo, por outro lado, é imprescindível deixar claro o vínculo empregatício registrado em carteira de trabalho.
Em outras palavras: a terceirização do rh é um ótimo negócio, desde que a empresa que você deseja contratar seja competente, coerente e esteja em dia com todas as suas obrigações. Para que você possa ter um exemplo de que tipo de empresa é recomendável contratar, apresentamos a você a Neo Labor, que tem sede em Florianópolis e é especializada em gestão de pessoas utilizando o novo método de design thinking. A Neo Labor tem feito grande diferença nos resultados de diversos clientes e é a prova de que a terceirização do rh realmente compensa. Gostaria de ter uma ideia melhor vendo números? Acesse a página da Neo Labor e confira quais são os planos disponíveis através deste link.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *